Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008
A incrível história do gel e do arroz de marisco em Campo de Besteiros

 

Campo de Besteiros. A história que vos conto passa-se nesta bela localidade nas proximidades de Viseu, onde me desloquei para jogar pela equipa da Universidade frente a Viseu.
 
Depois de termos ganho no Minho por 1-0, apenas faltava um ponto para nos qualificarmos para a fase final. Nada parecia tão real, até porque a equipa de Viseu estava em último lugar sem qualquer ponto, tendo perdido em nossa casa por um resultado muito volumoso (9 ou 10 a 0).
 
Nessa altura, a nossa equipa era treinada por um indivíduo muito particular. Era daqueles indivíduos que tanto era capaz de resolver um jogo com um flash de génio ou, por outro lado, deitar tudo a perder com um impulso de reverso da medalha.
 
Naquele dia, com o jogo marcado para as 20h30, chegamos a Campo de Besteiros eram cerca de 18h30. Depois de nos ter dado na cabeça para encararmos o jogo com a máxima seriedade eis que, à entrada da cidade, se sai com uma maravilhosa pérola.
 
“É pá, apetecia-me mesmo comer um arroz de marisco. Vamos aqui a este restaurante a ver se tem”.
 
Nem deu tempo para o demovermos. Quinze minutos depois tudo sentado à mesa a comer uma arrozada frugal, algo de extremamente aconselhável para quem vai entrar em campo pouco tempo depois. Bem recheados, saímos do restaurante em direcção ao campo faltava uma hora para o jogo começar.

“Tenho de ir por gel. Não encontro. Quem é que me escondeu o gel????”
 
Do restaurante até ao campo, todo o caminho à procura do frasco, perguntando a todos jogadores se o tinham escondido.
 
E que jogo foi ! Eles de facto pouco jogavam mas corriam que nem desenfreados. Se nos primeiros minutos chegamos rapidamente à vantagem, depois veio o verdadeiro problema. Pesados, com pouca capacidade de resistência, foi a aflição para sustermos a avalanche ofensiva dos nossos adversários ciclistas. A poucos minutos do fim estávamos empatados a três golos, quando o nosso treinador pede desconto de tempo. Num momento crucial da partida, as indicações dele vão neste sentido.
 
“Eu garanto que o tipo que me roubou o frasco de gel está bem lixado comigo. Estão a perceber??? À parte disso vamos jogar da seguinte forma blá blá blá”.
 
Nos últimos minutos um balde de água fria, com o golo da equipa adversária a colocar em causa as nossas aspirações de apuramento. No balneário, extremamente irritado, o treinador era o espelho da angústia.
 
“F#######, C#########, este jogo não era para perder”, disse em altos berros. Depois de se indignar contra a postura da equipa, dá meia volta e sai do balneário, para brevemente regressar:
 
“E quem escondeu o meu frasco de gel garanto que está f###### comigo”
 
Quando eu pensava não poderem acontecer mais destes registos, eis que o treinador dá mais uma volta, regressando novamente ao nosso convívio:
 
“Pessoal, onde é que se sai à noite por aqui? Alguém sabe ???
 
Resta concluir que nessa noite fomos sair à noite em Viseu, numa conhecida discoteca. Recordo-me que, no final, vi o treinador a nadar todos os estilos olímpicos num parque de estacionamento, tal era o seu estado ébrio. O principal apontamento deste post prende-se com o gel, apesar do enquadramento ser hilariante. O dito treinador usava um penteado extremamente curto, precisando apenas do gel para levantar alguns cabelos junto à testa. Ou seja, com gel ou sem gel,  a sua aparência ficava exactamente igual. Lá comprou o gel numa estação de serviço à saída do campo.  
 
A Regueifa do Irão continuará, através dos tempos, a dar a conhecer ao mundo estas personalidades marcantes. Brevemente, mais novidades!!!!
 


publicado por Gil Nunes às 14:34
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Joel Silva a 27 de Dezembro de 2008 às 19:45
grande jogo esse. épico!! melhor que isso so o discurso de apresentação do novo mister ao plantel em que lhe cheirava a anestesia


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
subscrever feeds