Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009
Estratégias / Plataforma mínima de consenso

Num dia em que os holofotes dos media estiveram centrados na eventual falência da Qimonda, julgo serem pertinentes algumas observações. Em primeiro lugar, na minha perspectiva, não é do Governo a culpa pelo descalabro agora acontecido mas o executivo liderado por José Sócrates tem culpas no sentido de não ter, ao longo dos anos, arranjado uma força de captação de investimento capaz de suprir as necessidades dos trabalhadores. Não trabalhariam na Qimonda mas por certo arranjariam trabalho noutra grande empresa fixada em Portugal.

 

Contudo, este meu desígnio vem ao encontro de uma opinião que tenho dos perigos relativos a uma concentração das exportações nacionais em Espanha e na Alemanha. Se o primeiro dos casos acaba por ser inevitável por questões geográficas, o segundo pode ser perigoso pela, a meu ver, inquietação sobressaltada com que os germânicos têm vivido nos últimos tempos. Prevejo, como já aqui disse, uma quebra do poderio alemão e uma ascensão de novos pólos económicos de desenvolvimento. França e Polónia, num futuro imediato, são aqueles países cuja pujança poderá levar a economia portuguesa a bom porto, fruto de políticas acertadas que, no primeiro caso, permitem o saneamento das contas públicas e, no segundo, uma estrondosa e progressiva captação de investimento.

 

Assim sendo, impõe-se a criação de uma estratégia de diplomacia económica capaz de promover as potencialidades do nosso território nesses países. Entram em cena as energias renováveis, o turismo e a desburocratização do sistema. Pisca-se o olho ao desenvolvimento nórdico e às suas virtudes, não só como "compradores" mas também, e particularmente neste caso, como exemplo a seguir.

 

De resto, e num plano interno, exige-se consenso e não divergência. Em Espanha, no princípio deste século, Partido Socialista e Partido Popular souberam encetar um diálogo e uma estratégia de consenso para se definirem, sem hiatos futuros, os grandes investimentos necessários ao país. Umas vezes puxando para um lado, outras vezes para o outro, o que é certo é que se conseguiu deixar o orgulho de lado e estabelecer uma plataforma de entendimento que, por si só, representa um rumo.

 

Logicamente que nem tudo será perfeito após esse entendimento. Existirão aspectos que ficarão por fazer, medidas que poderiam ter sido realizadas de outra forma. Todavia, acho que mais importante que tudo isso é ter um rumo, algo que Portugal carece de sobremaneira. Imaginemos, no tempo dos Descobrimentos, uma falta de rota e de rumo. É certo que poderíamos, para além do Brasil, ter descoberto a Argentina, o Perú e o Chile. Mas se estivessemos no estado em que estamos nem às Berlengas tteríamos chegado!

 

Post dedicado à Judite, funcionária da Qimonda cujo dia de hoje não deve ter sido fácil


tags:

publicado por Gil Nunes às 21:39
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
subscrever feeds