Quinta-feira, 16 de Abril de 2009
Noites de Wroclaw - A dança dos bracinhos

 

As duas noites de Wroclaw foram repletas de animação. Na sexta-feira deslocamo-nos ao “Kalamour”, um bar alternativo que certamente pessoas como o Sami iriam adorar. Nestes sítios, o meu visual latino fica muito deslocado no meio de brincos, piercings e pessoal marado da cabeça. No meio da cerveja lá conheço o maior pintor da Polónia. Sim, porque a minha veia jornalística fez-me cruzar a informação e confirmar aquilo que me estava a ser dito com insistência.
 
E no meio da animação conheço também uma rapariga baixinha bem constituída. O meu “timing” de ataque, mais uma vez, não foi certeiro e deixei-me antecipar por outro indivíduo. Fair-play reconhecido, virei-me para outras conquistas e cedo me deparei com outra rapariga, estava mais eslava, que no meu polaco arcaico percebi ser de Jelenia Gora (uma localidade fronteiriça com a Alemanha). Tinha mau hálito, senti logo. Apesar das curvas eslavas não serem dignas de nenhum quadro do pintor polaco, o que é certo é que conseguia ser aprovada na minha escala de exigência. Eu e o meu amigo ficamos a conversar com ela, até que a conversa fica animada e o pintor decide fazer das suas:

“Assim não pode ser, vamos deitar a moeda ao ar para desempatar”. Escolhi coroa e perdi. Se querem que vos diga nem fiquei muito chateado até porque já me sentia cansado. O meu amigo lá se empandeirou e eu, virando costas, não consegui obter novos pontos de interesse naquela noite. Acabei na mesa do bar a falar com um polaco sobre a instabilidade de exibições do Lucho Gonzalez na selecção argentina e no Porto (o tipo era fanático por futebol) e com o grande pintor polaco, que toda a gente olhava e me dizia que estava a ter uma oportunidade única de convivência.
 
O segundo dia trouxe mais animação. Ainda fomos ao “Capdefora”, onde travei conhecimento com uma rapariga que tinha estado em Peniche. Porém, o ambiente estava murcho e seguimos logo de seguida para o mítico “Mañana”. A festa estava de arromba, muito embora a música latina não fosse a mais apelativa. Foi aí que conheci a Karolyna, estudante de filosofia na universidade da cidade. Na Polónia, para se meter conversa com alguém, é muito fácil. Basta dizermos a baboseira mais estúpida que nos ocorrer que não há qualquer problema de rejeição. Eu, com o meu polaco arcaico, perguntei-lhe se me ensinava a dançar.
 
“Mas tu não és o espanhol, tu é que nos devias ensinar!””
 
“Isso são os espanhóis, eu sou português”
 
Então ela lá me ensinou a “dança dos bracinhos”, adequada ao facto do “Mañana” estar repleto e só podermos mexer os membros superiores. Posso dizer que me adaptei muito bem a este caldo cultural eslavo, tendo obtido bons resultados. A única circunstância que não me agradava era o facto de Karolyna ter um aspecto tipicamente latino: era morena, baixa, com cabelo encaracolado. Digamos que quando me desloco à Polónia estou à espera de jurek e não de caldo verde mas, paciência, são as consequências da globalização.
 
Nos próximos posts contarei a continuação desta aventura por terras de Miescko I, desta vez metendo sapatos pelo meio. Esperem para ver! Bizukae!

tags:

publicado por Gil Nunes às 11:31
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
subscrever feeds