Terça-feira, 21 de Abril de 2009
Pete Sampras, Sr.Pinto, Guy Forget e Frederico Gil

 

Considero o ténis um desporto difícil de analisar e explicar. Para mim é uma modalidade que envolve uma enorme complexidade táctica, numa batalha em que se tentam sempre explorar os pontos fracos dos adversários. Não é, de todo, um jogo simples.
Quando era miúdo, e aproveitando a vizinhança, deslocava-me muitas vezes a casa de um vizinho, Sr. Pinto, para com ele assistir a algumas partidas. Fumador inveterado, o homem “marchava” quatro maços por dia e as cortinas não o deixavam mentir: outrora tinham sido brancas. Morreu com 90 e tal anos com uma infecção na bexiga, facto que coloca em causa muitos almanaques médicos.
O Sr. Pinto percebia muito de ténis e eu gostava de com ele apreciador algumas partidas. Eram os tempos de declínio de Stefan Edberg e da ascensão da senda “Magnus”, com Gustaffson e Larsson. Na Alemanha, Boris Becker ia mesclando exibições menos conseguidas com performances de grande nível, aparecendo na elite Michael Stich. Já em França dava nas vistas um jogador de qualidades muito curiosas. Nunca, em toda a minha vida de apreciador de ténis, vi um tenista tão evoluído tecnicamente como Guy Forget: a subtileza das suas pancadas e a forma como sabia de jogar de forma bonita e eficaz tornava-o uma referência. Contudo, foi Cedric Pioline quem maior êxito alcançou, sendo por vezes o adversário dos jogador mais avassalador que conheci: Pete Sampras. O norte-americano destruía praticamente os seus oponentes em piso rápido, massacrando-os da primeira à última bola. Um tenista fabuloso!
Nesta volta ao mundo falta falar da armada espanhola, com a queda de Sergi Bruguera e Emílio Sanchez a ser refrescada com o aparecimento de jogadores como Félix Mantilla, Alberto Costa, Alex Corretja e Carlos Moyá, este último talvez o seu maior expoente.
Prometo prestar mais atenção ao jogo de Frederico Gil mas, dos escassos minutos que vi, pareceu-me um jogador muito evoluído no fundo do court com timings de subida muito corajosos. Tenho uma certa curiosidade em ver um jogo inteiro do português. Sinceramente, gostei muito!


publicado por Gil Nunes às 15:01
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
subscrever feeds