Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006
Sou um equilibrista!
A Natureza mostra-nos que se tivermos equilíbrio dentro de nós podemos caminhar sobre qualquer coisa. O equilíbrio é assim solução para grande parte dos problemas que nos afectam, sendo bastante complexa a sua descoberta. Atentemos em vários aspectos da nossa vida: na religião temos os fanáticos e os religiosos marimbantes, ou seja, sou católico mas não sou praticante, na política temos a esquerda e a direita, na escola os excelentes alunos e os baldas, e na vida a razão e a emoção.
Seguindo este raciocínio, é fácil compreender que o ser humano tem uma tendência natural para descobrir as extremidades do problema. Posteriormente, a busca faz-se, ao longo dos anos, para o centro onde toda a pertinência das questões encontrará o seu equilíbrio. No meu quotidiano, se bem que sabendo que não é fácil, tento ser um equilibrista, tentando encontrar soluções que não sejam radicais nem para um extremo nem para o outro.


publicado por Gil Nunes às 13:05
link do post | comentar | favorito
|

A rasquice dos Super Dragões
Meus amigos, condeno veementemente o ataque protagonizado ao técnico Co Adriaanse. De facto, penso que não se pode condenar um treinador por jogar ao ataque, ainda mais quando vamos no primeiro lugar da liga com 4 pontos de vantagem sobre o Benfica. Se repararmos bem, o Naval e o Rio Ave jogaram no buraco e não fizeram um único remate à baliza. A tactica, se for bem implementada, poderá ter resultados eficazes. Eu já critiquei algumas vezes Co Adriaanse, por alguma teimosia em criar a equipa na defesa e por termos sido eliminados da Liga dos Campeões de forma pouco digna.
Agora pergunto eu como portista, para quê os Super Dragões? São o denominador comum de todos os desacatos com os treinadores do F.C.Porto. Foi assim com Fernando Santos quando foi eliminado com o Torreense, foi assim com Derlei,foi assim com Mourinho na véspera da final da Liga dos Campeões, com uma mesquinhez pessoal estúpida a perturbar um momento glorioso do clube e foi agora com Adriaanse pelo facto do técnico holandês ter empatado em Vila do Conde. Quando há violência para os lados do F.C.Porto, em qualquer lado estão sempre metidos uns tipos guedelhudos e com uns casacos mal engomados. São eles que criam o desacato quando o barco do triunfo muda um bocadinho de rumo, como é este o caso!


publicado por Gil Nunes às 10:07
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 28 de Janeiro de 2006
Mozart
Fiquei fascinado, pela positiva, com o impacte que deram aos 250 anos do nascimento de Amadeus Mozart. Imbuído desse espírito peguei em alguns cds e comecei a ouvi-los com maior atenção, no auge do silêncio. Devo dizer, é algo de muito especial. Como é que alguém consegue transmitir as suas emoções daquela maneira, da forma que à primeira vista parece da mais elementar do mundo. Por vezes, sabe bem viver neste mundo e descobrir que há pessoas que conseguem descobrir coisas únicas e captá-las para a realidade. É este o mistério de toda a força do nosso ser, o verdadeiro eu que deixa a mesquinhez de lado e transborda em si toda a força da sua imaginação.


publicado por Gil Nunes às 17:24
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2006
O grande segredo de José Mourinho
Hoje em dia está cada vez mais abandonado o conceito de inteligência racional, que traduz a forma como conseguimos captar a informação que nos rodeia e adequá-la em nosso benefício. Num país em que mais vale ser esperto do que inteligente, os mais letrados falam em catadupa do conceito de inteligência emotiva. Ao contrário da separação milenar entre razão e emoção, este novo conceito(que prova o dito erro de Descartes) salienta que a nova definição de inteligência interage entre a forma como nos conhecemos a nós próprios e ainda à forma como interpretarmos as emoções dos outros. Neste bolo emotivo cabe ainda a interpretação do conceito tradicional, ou seja, interpretarmos a realidade em nosso benefício.
Contudo, nem tudo é fácil. A inteligência emocional esbate nos nossos trâmites educativos, em que fomos educados a conter as nossas emoções. Assim, há um trabalho enorme pela frente de modo a nos "desmoldarmos" e a adquirir características primárias, que perdemos quando deixamos de ser crianças e enveredamos pelos trilhos da estrada adulta. Quem consegue superar as adversidades e transforma-se num inteligente emocional tem as portas escancaradas para o sucesso. É este sim, o grande segredo de José Mourinho!


publicado por Gil Nunes às 17:34
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2006
Sobre o caso Vítor Baía
Meus amigos, em todos os grandes clubes do mundo as grandes equipas do mundo estão apetrechadas de três grandes guarda-redes. No F.C.Porto, Baía, Hélton e Paulo Ribeiro são referências de uma baliza que pela sua qualidade estará sempre bem entregue. Neste fim-de-semana , Adriaanse decidiu retirar Baía e conceder a titularidade a Hélton. Não me parece que tenha sido um castigo nem que este facto seja menosprezante sobre a categoria do grande guarda-redes que é Vítor Baía. Acontece é que os outros também têm direito e que apesar do Vítor Baía ser parte integrante da história do clube este não poderá ser nunca a prioridade em vez do F.C.Porto. E, na minha opinião, a transição, ou a oportunidade a Hélton, é justificada. O brasileiro tem feito excelentes treinos e é extremamente completo quer dentro quer fora dos postes. Baía tem este ano feito uma época razoável: fora dos postes tem estado bem, aliás como foi sempre seu timbre, mas tem sofrido um número impensável de golos em remates fora da área. Assim sendo, e adequado ao estilo de jogo do F.C.Porto, que por ser uma grande equipa está mais propensa a este tipo de remates, justifica-se a oportunidade ao brasileiro Hélton. Contudo, é só uma oportunidade. Veremos se ela terá consequências no futuro, sabendo de antemão que o grande Baía não vê aqui o seu mito terminado!


publicado por Gil Nunes às 10:18
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2006
Só é derrotado quem desiste de lutar!
Depois de alguma reflexão manifesto a minha discordância, apesar de pleno respeito pelo seu autor(Salgado Zenha), por esta frase. "So é derrotado quem desiste de lutar" não vai de encontro aos meus ideiais. Se bem que os sonhos devem ser perseguidos por toda a nossa vida, bem como os nossos objectivos, a nova vida faz-se mesmo de vitórias e de derrotas, sejam elas em que campo forem. Por isso, há que sempre enveredar pela lógica da vitória e, invertendo os papéis, "só é vitorioso quem acredita sempre que vai ganhar. Derrotados são os restantes, tenham ou não desistido de lutar"


publicado por Gil Nunes às 17:42
link do post | comentar | favorito
|

Rescaldo das Presidenciais + Subtileza da RTP
Eram 19h30 e os mais perspicazes já tinham descortinado que Cavaco Silva tinha sido mesmo eleito à primeira volta. A RTP, na sua emissão especial, realizou uma espécie de mensagem encriptada assente em dois aspectos fundamentais. Em primeiro lugar, a ordem com que exibiu o voto dos candidatos foi exactamente a mesma ordem com que estes ficaram na classificação final. Em segundo lugar, quando faltavam 14 minutos para as 20h, o apresentador José Rodrigues dos Santos frisou que “faltava pouco tempo para se conhecer o rosto do 18º Presidente da República”. Ora, como o que estava em questão era mesmo a realização de uma 2ª volta, aqui ficaram esclarecidas todas as dúvidas.
Sobre os resultados, devo dizer que fiquei um pouco surpreendido com a curta margem com que Cavaco Silva venceu o escrutínio. Com uma adesão regular na maior parte dos distritos do país, Cavaco ficou um pouco abaixo em Lisboa e no Porto, aguentou-se no Alentejo e foi demolidor em Bragança e em Viseu(o cavaquistão). Surpreende-me também a votação em Manuel Alegre, não sabendo eu se os votos foram feitos na figura em si ou como forma de punir o Partido Socialista por ter escolhido Mário Soares.
Seja como fôr, e nunca o escondi, Cavaco era o meu candidato. Contudo serei exigente e espero ver da sua parte um total rigor, disciplina e determinação. Com uma visão equilibrada entre a aura pública e a aura privada, será fundamental para a recuperação económica do Governo e para a criação de critérios reais de plena exigência.


publicado por Gil Nunes às 11:34
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 22 de Janeiro de 2006
Uma coisa "perfeitamente normal"
Mais umas eleições, mais um incidente que passa ao lado da maior parte das pessoas. Em Passos e em Cabeceiras de Basto boicotaram-se as eleições em nome de uma razão que nem interessa saber. Com este gesto, cerca de 1000 pessoas foram impedidas de exercer o seu direito de voto, que será repetido na terça-feira. Este incidente passará despercebido e minorizado pelos resultados eleitorais de logo mas são de uma extrema gravidade. Exige-se punição exemplar para quem proibir outros de exercer o direito de voto, que não tem culpa da "raiva" de meia-dúzia. Imaginemos que estes 1000 votos eram mesmo necessários para o desfecho final, como seria??? A meu ver, estamos perante um atentado à democracia que não pode ser deixado de lado pois estamos num país, como diria o ex-seleccionador Artur Jorge, de coisas "perfeitamente normais". E voltando a um raciocíonio que faço repetidas vezes, a única coisa pior que a falta de qualidade é encararmos essa mesma falta de qualidade como algo de perfeitamente normal


publicado por Gil Nunes às 18:12
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2006
A três dias do escrutínio
Confesso que estou a ficar um pouco farto desta mania das sondagens diárias. Contudo, não me acredito nelas. Acredito que Cavaco Silva vai vencer à primeira volta, sobretudo porque tem sabido gerir com inteligência o bloco esquerdista que tudo tem feito para o atacar, como se esse alguma vez pudesse ser o objectivo de um país que se pretende democraticamente evoluído... Mas enfim... Hoje mais uma vez voltei a ser deliciado com uma pérola de Manuel Alegre. Então não é que o candidato se pôs a distribuir rosas no meio da cidade de Lisboa? Sim, todos acreditamos que seja uma mera coincidência do destino tal como acreditamos que o Pai Natal anda de scooter. "Sempre que saio à rua distribuo rosas" respondeu aos jornalistas. Não temos dúvidas! O Sindicato das Floristas Portuguesas apoia Manuel Alegre.
De resto, gostei da entrevista de Mário Soares.Lúcido, sabe que o único argumento que lhe poderá valer votos é o argumento da experiência, e sabe faze-lo muito bem. Através de um bom poder de argumentação, e lembrando insistentemente episódios passados, consegue fazer passar uma mensagem sem muito conteúdo mas muito cirúrgica do ponto de vista político.


publicado por Gil Nunes às 20:51
link do post | comentar | favorito
|

Sem comentários...
Helena Roseta cit in "O Comércio de Gaia" durante acção de campanha de movimento de apoio à candidatura de Manuel Alegre



"O objectivo da campanha de Manuel Alegre é derrotar Cavaco Silva"



Sem comentários...Cavaco agradece!


publicado por Gil Nunes às 11:15
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
subscrever feeds