Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008
In Queiroz I trust!

 

Neste país temos a mania da depreciação e do “bota-abaixo”, características que pouco ajudam na altura do infortúnio. Com bastante mágoa, reparo também que comentadores e jornalistas se juntam a este turbilhão de críticas e ataques, que mais não fazem do que dificultar o trabalho de quem é responsável por dar a volta por cima.
 
Tal como todos os portugueses, também fiquei desapontado com o resultado da selecção portuguesa frente à Albânia. Mais do que não ter jogado bem, a equipa portuguesa demonstrou não conseguir reagir à pressão e assimilar os princípios de jogo necessários a bater uma equipa perfeitamente ao seu alcance.
 
Com quatro jogos realizados, a turma das quinas soma um fraco pecúlio de resultados sem bem que a 75% as exibições foram bem conseguidas. Fizemos uma óptima partida frente à Dinamarca e frente à Suécia soubemos controlar o jogo e o resultado frente a uma equipa que está, tal como nós, nas oito melhores da Europa e num estádio onde é muito difícil pontuar.
 
Nesta altura do campeonato, com 40% da qualificação realizada, acho que Carlos Queiroz tem à sua frente um desafio que, a ser ultrapassado, poderá elevar os níveis morais de forma excepcional. Ou seja, só uma grande equipa poderá chegar ao Mundial e, a partir daí, a alavancagem necessária para se ultrapassarem adversários superiores estará também garantida.
 
Em termos de jogo, devo dizer que na minha opinião o seleccionador nacional está a tentar livrar-se da cristalização táctica em 4x3x3 sentida no tempo do anterior seleccionador. Com poucos treinos e rotinas de jogo assimiladas, é natural que o novo esquema ainda não esteja naturalmente fluido. Vamos dar tempo ao tempo e esperar que a bonança possa aparecer. Apelo, por isso, a um discurso mais positivo por parte dos “opinion makers”, de forma a que possamos remar todos para o mesmo lado. È preciso ter em linha de conta que o único treinador português a conquistar títulos a nível de selecção foi Carlos Queiroz. Eu, da minha parte, continuo a dizer: in Queiroz I Trust!

tags:

publicado por Gil Nunes às 14:35
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds