Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2005
Portugueses ganham menos mas tem mais carros
Os portugueses auferem vencimentos inferiores, produzem menos e procuram menos o dentista do que os espanhóis, mas têm mais carros, comem mais batatas e recorrem mais ao telemóvel do que os vizinhos. Estas são algumas das conclusões do estudo "A Península Ibérica em números", ontem divulgado conjuntamente pelos institutos nacionais de estatística (INE) dos dois países. O trabalho mostra, também, que apenas a região de Lisboa consegue equiparar-se a algumas das regiões mais ricas de Espanha, seja no rendimento disponível, seja nas idas ao cinema.

De acordo com o estudo, há em Portugal, em média, 558 carros por mil habitantes, enquanto em Espanha este indicador é de 460, apenas três abaixo da média da UE.

São poucos os lares portugueses que dispõem de ligação à internet. Em média, esta tecnologia está disponível em 26% das casas - contra 34% em Espanha e 43% na UE, em média - enquanto nas empresas com mais de dez trabalhadores, a diferença entre um país e outro varia é de 77% para 87%. Se a análise incidir no número de computadores por lar, constata-se que apenas Lisboa surge ao nível da Catalunha, País Basco ou Comunidade de Madrid, onde a existência deste equipamento se situa entre 50% e 60%. Neste domínio, apenas o Algarve consegue escapar também (mas em menor escala) à reduzida média nacional. Outro dos dados onde Lisboa se equipara a Espanha é nas idas ao cinema (neste campo, mais uma vez, a região da capital se distancia do resto de Portugal), no rendimento per capita (entre 17 e 24 mil euros, contra uma média nacional de 12500) ou no número de médicos por mil habitantes (entre três e cinco, quando no resto do país esta relação oscila entre um e três). Num país como Portugal, onde a economia tem mostrado dificuldade em recuperar - com a curva do Produto Interno Bruto a "perder" terreno para Espanha desde meados de 1998 - e onde os dados mostram que muito do que consumimos é importado, não deixa de surpreender que, ainda assim, os vizinhos ibéricos ostentem um défice comercial superior ao nosso.

Os estudo, feito com base em dados do Eurostat para evitar diferenças na metodologia, mostra que Espanha absorve 24,9% das nossas exportações e nos vende 29,3% do que importamos. A relação comercial não é recíproca, já que o grande mercado exportador espanhol é a França, e o o grosso das importações é feito da Alemanha. Na Educação, o estudo revela que por cá há mais procura de licenciaturas nas áreas das ciências da educação, sociais, saúde e serviços sociais, e em Espanha se aposta nas engenharias, indústria, gestão e administração.

Outra das grandes diferenças é o custo do trabalho na indústria e serviços, que aqui ronda os 1343 euros por mês e lá ascende a 2017 euros. Se a comparação for feita apenas para a indústria, a disparidade é ainda mais acentuada 1162 euros e 2306 euros mensais. Na produtividade, a performance dos nossos vizinhos mostra-se também mais favorável. Há, porém, indicadores de desenvolvimento em que "batemos" a Espanha. É o caso do comércio electrónico, que por cá representa 1,3% do total das vendas (acima dos 0,4% em Espanha, mas inferior à média de 2,1% da UE), ou das assinaturas de telemóveis - 96 por 100 habitantes entre nós; 90 do lado de lá da fronteira e 81 na UE.



in Jornal de Notícias


publicado por Gil Nunes às 10:10
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds