Domingo, 11 de Dezembro de 2005
As decisões
A nossa vida é cheia de decisões. Aliás, estas ocorrem a toda a hora. E muitas vezes acontecem inconscientemente, sem nós repararmos. E os mais perspicazes e ávidos são aqueles que as conseguem tomar com maior rapidez, fazendo da inteligência a ferramenta que mede os prós e os contras de todas as situações. E seguindo a lógica cinematográfica e filosófica verificamos que há sempre um caminho que resolve todos os conflitos. Parece impossível mas é verdade. Se nos agarrarmos aos pequenos pormenores das coisas em consonância com a veracidade dos cinco sentidos, teremos mais meios para decidirmos da melhor forma.
A meu ver, existem três tipos de decisões. As individuais(geralmente as mais utlilizadas pelas pessoas), as colectivas( as utilizadas pelas pessoas sensatas e politicamente correctas) e as sustentáveis( utilizadas pelas pessoas inteligentes). As individuais, essas,são bastante fáceis de serem explicadas. São aquelas que são baseadas no egocentrismo e no nosso lucro fácil e imediato, beneficiando apenas a nossa pessoa. As colectivas, por seu turno, são usadas no sentido de equipa e de comunidade. que também são bastante louváveis. Mas as sustentadas serão as melhores. Este tipo de meta-conhecimento explica que as melhores decisões são aquelas que são feitas a pensar no futuro, que poderão até ser bastante repudiadas e impopulares no momento. E são aquelas também que mais perecíveis são de erro, dado que o futuro não é feito sobre nenhum postulado e poderá falhar. É aqui que entra o contributo da história como ciência. Para melhor desenharmos os nossos traços de futuro convém saber de que modo o tempo os castigou ou laureou, numa lógica empirico-cronologica que deverá ter em conta o espaço, os costumes e a psicologia dos intervenientes.
Caso consigamos ter presentes todos estes vectores, por certo que o cariz das nossas decisões apontarão no caminho da verdade e da certeza, numa máxima que devemos sempre preservar, ou seja, a perfeição não existe mas devemos sempre caminhar para ela!


publicado por Gil Nunes às 17:57
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds