Sábado, 1 de Outubro de 2005
Os cartazes da campanha eleitoral-Gaia(Algumas análises)
Como sempre fui um interessado de marketing político, aqui deixo os meus comentários sobre os respectivos cartazes;

Gaia na Frente- Absolutamente fantástico, dos melhores que já vi. Muito boa a alternância de cores e a gravura feita a partir da paisagem de Gaia. O pescoço ligeiramente inclinado do candidato dão uma sensação de movimento e segurança. Os olhos, à Mona Lisa, perseguem-nos de todos os ângulos. O slogan é a prova de uma liderança que por vezes é considerada a grande lacuna a nível político. Muito bom!

PS- O candidato do PS parece um "bacalhau" na fotografia. Compromete todo o restante trabalho, com a Câmara como pano de fundo, o que me parece desapropriado porque Gaia é muito mais que a Câmara. O cinza dá também um ar de falta de criatividade e ideias. Sem querer por em causa a imagem do candidato, o recorte da fotografia é um autêntico suicídio.

Há alguns exemplos péssimos, verdadeiramente horríveis, sobretudo para a zona sul do concelho que por respeito não vou comentar. Contudo, apesar da análise geral ser fraca, há um cartaz que se destaca e que tem uma excelente apresentação.

Gaia na frente/Mafamude- Excelente cartaz. O slogan "Para servir Mafamude" é mesmo o mais indicado para o que se pretende que um Presidente de Junta faça. Apesar de ter algumas pessoas de idade, consegue disfarçar com sorrisos espontâneos e com um branco assumido, sinónimo de alegria. O ligeiro destaque de Fernando Vieira, ao centro, traz dinamismo e coesão, transmitindo uma imagem de liderança natural mas não imposta. Leva nota 19 por causa do ponto final no slogan. Dá uma leve rudeza num cartaz extremamente bem conseguido!


publicado por Gil Nunes às 20:27
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De O Criador a 4 de Outubro de 2005 às 10:06

Concordo com a maioria das observações feitas ao longo do seu post. Apenas no fim, me deixou confuso. Se é interessado por marketing, nomeadamente o político, gostaria que me esclarecesse que solução proporia para o término da frase "Para servir Mafamude."
Não conheço nenhum profissional da publicidade que considere que a pontução deva ser dispensada, mesmo em pequenos headlines. É a pontuação que empresta a intencionalidade a cada frase. Como tal, não percebo se preferiria a ausência total de pontuação final ou se, como em 99% dos cartazes nacionais de campanha eleitoral, optaria pelas gastas e tão despropositadas reticências. ;)

De resto, concordo com o bacalhau e com o facto de que, por vezes, há excepções à regra. Nem sempre as freguesias ficam atrás dos próprios concelhos no que diz respeito ao marketing político.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Novo Blog

Gil e a Igreja

Memórias dos 30 - O Pesad...

Auto-brincadeiras: todos ...

Memórias dos 30- Emanuel ...

Memórias dos 30 - O Marte...

Memórias dos 30 - Estrela...

O besouro(150 dias até ao...

Polonia -dia 1

A vodka é a principal cau...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds