Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008
Eu não gosto de filmes de cowboys

Dizem que a coca-cola “é a água suja do capitalismo”. Eu até gosto da bebida e não me importo nada de a ver classificada como uma das chancelas do poderio norte-americano das últimas décadas. Num “melting pot” de características, os multifacetados Estados Unidos da América apresentam no entanto estereótipos ao mundo que a mim não  despertam o mínimo interesse.

 

Falo em concreto dos “cowboys” e de todo o cenário do “far-west”. Se já por mim não sou grande adepto da violência, devo acrescentar que o ambiente de saloon, de rodeos e de pistoleiros mais não me dá que uma grande vontade de mudar de canal. Em comparação com os cowboys temos também, latinamente falando, as touradas, celebração que o meu orgulho lusitano também não aplaude.

A imagem mais primária que me surge de um “cowboy” é de um tipo vestido de forma bizarra com uma espécie de cigarro estiloso na boca. Com pistolas no coldre, é a sua própria negação ao tentar caçar vacas com uma corda. Bêbados nos aios, comem bifes e falam de violência barata e sem motivo.

 

Filmes como “Last Man Standing”, “Brokeback Mountain”, os clássicos de John Wayne. A criação de personagens como Calamity Jane, Buffalo Bill, Jesse James ou Lucky Luke. Elementos arrumados na prateleira mais bafiosa do meu pensamento. Digamos que se o meu cérebro fosse um computador estes elementos seriam movidos rapidamente para a reciclagem.


tags:

publicado por Gil Nunes às 12:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008
As águas e os balões assinalados

"As águas e os balões assinalados". Esta frase, adaptada do talvez mais conhecido indicit da literatura portuguesa, não traduz por certo um laivo criativo da minha parte. Ao escrever o verso original, Luís de Camões quase que se apoderou de frases periféricas, que faz com que semelhantes escritos soem a parvoíce.

Se Camões assim o fez, também Melville deu a conhecer ao mundo da literatura o seu "Call me Ishmael". Se um dos grandes dilemas do escritor foi o de ultrapassar as barreiras formais entre autor e leitor, estas três palavras traduzem para a humanidade todo esse trespassar de cordas.

Serve esta nota introdutória para expressar o meu desagrado em relação ao filme "23", cuja acção se desenrola à volta de um livro que tem como indicit "Call me Fingerling". Não me peçam para achar piada a uma intromissão histórica destas, nem muito menos para aplaudir o resto do filme, que na minha óptica fica estragado a partir deste momento. Além desta frase, devo também criticar a própria acção da história, que em tudo me parece previsível com o desenrolar final e "inspirada" no filme "O amigo oculto" de John Polson.

Não me vou referir à se calhar exagerada referência ao número até porque não me parece que estrague o filme depois dos dois aspectos atrás referidos já terem feito o seu trabalho. Quanto a Jim Carrey, louvo-lhe o esforço de versatilidade mas para mim as partes em que se sente mais à vontade são aquelas em que faz recurso ao humor. Decididamente não se consegue livrar do estereótipo


tags:

publicado por Gil Nunes às 00:58
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Paris Texas . Análise ger...

Breve ideia para dinamiza...

Comendo chocapic no cinem...

O pensamento Marcelo Rebe...

This is England

Hank Moody

Indiana Jones no Saw V

Saw V- Sugestões

Room 205- revolução no ci...

It's not a bad film but i...

arquivos

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Junho 2004

tags

todas as tags

links
subscrever feeds